Translate

sábado, 26 de janeiro de 2019

Jabuticaba Branca da Casca Fina - C13 - Plinia phitrantha

Mouriri grandiflora - puçá-amarelo

















Mouriri grandiflora - puçá-amarelo
Arvoreta perenifólia, frequentemente arbustiva, de copa estreita alongada, de 3-28 metros de altura. Encontrada em toda a Amazônia em florestas primárias e secundárias de terrenos inundáveis e firmes, geralmente próximo de cursos de água.
Frutos subglobosos ou depresso-globoso, liso, amarelo ou alaranjado, coroado pelos remanescentes da sépala, do tipo baga, com polpa de sabor doce, contendo de 1-5 sementes.

Usos: trata-se de planta raramente cultivada em pomares domésticos (apenas por colecionadores) e facilmente encontrada na natureza; seus frutos são consumidos localmente apenas ao natural e gozam de boa popularidade.
Propagação: Exclusivamente por sementes.
Fotos: tiradas em nosso pomar pessoal na cidade de Casa Branca - SP.
Safra: Janeiro 2019.
Texto: Livro "Frutas no Brasil." ( Harri Lorenzi e outros).

Plinia phitrantha - Jabuticaba Branca Lisa (C16 - cultivar da coleção Vilela - MG).













A nossa Jabuticaba Branca Lisa já iniciou o ano produzindo.
Plinia phitrantha - Jabuticaba Branca Lisa (C16 - cultivar da coleção Vilela - MG).
Arvoreta de 2-3 metros de altura, nativa das regiões mais altas da Zona da Mata de Minas Gerais e das restingas arbóreas do Espírito Santo.
É cultivada com certa frequência em pequenos pomares, sobretudo por colecionadores de frutas.
Frutos subglobosos, de casca lisa e fina, verde-amarelados na maturação, com polpa suculenta, de sabor bem doce e sem acidez.

Usos: os frutos são muito apreciados ao natural, a casca desta variedade é de excelente sabor, podendo ser aproveitados em geleia e licores. A planta pode ser cultivada em vasos.
Propagação: por sementes e enxertia.
Safra: Janeiro de 2019.
Fotos: tiradas em nosso pomar pessoal na cidade de Casa Branca - SP.
Texto: Livro "Frutas no Brasil" ( Harri Lorenzi e outros).

Pitaya Vênus - Variedade selecionada de Israel.










Pitaya Vênus - Variedade selecionada de Israel.
Muito saborosa e com ótima pós-colheita.

Fotos: tiradas em nosso pomar pessoal na cidade de Casa Branca - SP.

Safra: Janeiro de 2019.


Jabuticaba Vermelha da ESALQ - Plinia phitrantha / Espetacular produção

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Eugenia klotzschiana: Pera-do-cerrado, Cabacinha-do-campo.


Eugenia klotzschiana: Pera-do-cerrado, Cabacinha-do-campo.

Arbusto caducifólio, de 0,5 -1,5 metros de altura, nativa dos cerrados e campos do Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
Frutos tipicamente piriformes, com casca fina e pubescente, de polpa espessa, carnosa-suculenta, aromática, de sabor acidulado muito característico e um pouco adstringente. Maturação ocorre em Dezembro e Janeiro.
Usos: Trata-se de fruteira raramente cultivada em pomares domésticos do país, sendo também pouco frequente em seu habitat natural; seus frutos são consumidos in natura e na forma de geleias, sendo ainda pouco conhecidos.
Propagação: Exclusivamente por sementes.

Texto: Livro " Frutas no Brasil" (Harri Lorenzi e outros).