Translate

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Plinia aureana - Jabuticaba Branca Rajada.




A espetacular Plinia aureana - Jabuticaba Branca Rajada.
Arvoreta de 2-3 metros de altura, de copa piramidal e tronco nodoso, Nativa das regiões mais altas da Zona da Mata de Minas Gerais e das restingas arbóreas do Espírito Santo. É cultivada com certa frequência em pequenos pomares, sobretudo por colecionadores de Frutas.
Frutos subglobosos, de casca espessa, com polpa suculenta, de sabor bem doce.
A planta pode ser cultivada em vasos.


sábado, 20 de agosto de 2016

Vídeo da Jabuticaba Açu Paulista (O.Andersen)



Hoje foi dia de apreciar mais uma beleza da natureza aqui no Frutas Raras!
Confiram nosso vídeo da Jabuticaba Açu Paulista (O.Andersen) - da coleção Otto Andersen (UFV), de entrecasca roxa, bem doce e muito produtiva.
Em geral, só frutifica a partir de 8-10 anos de idade.

Lansium domesticum - Langsat, Lansão, Duco, Duku, Longkong.







Lansium domesticum - Langsat, Lansão, Duco, Duku, Longkong.
Árvore de 5-10 metros em pomares, Nativa da Malásia e Indonésia em atitudes baixas e com chuvas bem distribuídas, cultivada em todo o sudeste Asiático. Ainda é muito rara no Brasil, mantida principalmente por colecionadores.
Frutos muito variáveis, com três formas principais: Lansão (Langsat) (fotos abaixo), de casca com látex, sabor agridoce a doce e sementes pequenas; Duco (Duku); e Longkong, da Tailândia.
Frutos muitos saborosos ao natural, também preparados em compotas. Uma das mais populares Frutas de mesa na região de cultivo. 
O crescimento é muito lento. De clima tropical.


terça-feira, 9 de agosto de 2016

Eugenia candolleana - Murta, Murtinha, Ameixa-da-mata.





A fruta de hoje tem gostinho de infância!
Eugenia candolleana - Murta, Murtinha, Ameixa-da-mata.
Natural da Floresta Pluvial Atlântica e da Restinga desde Pernambuco até o Paraná, é frequentemente cultivada m pomares domésticos.
Frutos negros e brilhantes, globosos ou oblongos, com polpa espessa, carnoso-suculenta, firme, de sabor doce, com maturação m fevereiro e março.
Frutos consumidos in natura ou em geleias, muito apreciados. A árvore é recomendada para paisagismo e atrai muitos pássaros.
De rápido crescimento e frutificação, adaptando-se bem a uma vasta gama de climas.

Qual fruta lembra a sua infância? O Frutas Raras quer saber. 


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Dovyalis abyssinica X Dovyalis hebecarpa - Groselha-híbrida, Abricó-da-flórida.








A delicadeza sendo representada por uma fruta!
Dovyalis abyssinica X Dovyalis hebecarpa - Groselha-híbrida, Abricó-da-flórida.
Uma frutífera exótica de 3-6 m de altura, resistente ao frio, híbrido fértil resultante do cruzamento acidental ocorrido na Flórida (EUA) em 1951 de Dovyalis abyssinica da África com Dovyalis hebecarpa da Índia e Sri Lanka. Cultivada no Brasil em pequena escala por colecionadores de frutas.
Frutos globosos, de casca fina e velutinosa, de cor alaranjado-escura, com polpa suculenta e ácida. Maturação várias vezes no ano. Os frutos são consumidos in natura na forma de sucos e também como geleias.