Translate

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Hylocereus undatus - Pitaya Rosa da polpa branca











A beleza da Pitaya Rosa de polpa branca.
Hylocereus undatus - Pitaya Rosa da polpa branca
Frutos globosos, vermelhos, sem espinhos, do tipo baga, com polpa garboso-suculenta, de coloração branca e sabor doce, contendo pequenas sementes de cor negra.
Usos: os frutos são consumidos in natura, sucos, sorvetes. Muito produtiva.
Propagação: principalmente por pedaços de cladódios que enraízam com facilidade.
Fotos: tiradas em nosso pomar pessoal na cidade de Casa Branca - SP.

Myrciaria dubia - Câmu-câmu, camu-camu, araçá-de-água; caçari

















Esse ano nosso camu-camu surpreendeu com essa poderosa produção.
Quem adora uma vitamina C, deve conhecer essa frutinha.

Myrciaria dubia - Câmu-câmu, camu-camu, araçá-de-água; caçari
Arbusto ou arvoreta de 2-4 metros de altura, com copa irregular rala, nativa do noroeste da Amazônia, sobretudo em áreas alagáveis de água negra, onde chegam a ficar com parte do caule imersa.
Frutos globosos, com casca fina lustrosa de cor vermelha passando a negro-púrpura, de polpa muito suculenta, ácida e riquíssima em vitamina C. A pronúncia na Amazônia Ocidental é câmu-câmu.

Usos: frutífera cujo plantio vem sendo incentivada em pomares domésticos e comerciais, tanto na Amazônia quanto no Sudeste; os frutos com casca são aproveitados em sucos, tomando-se o cuidado de não partir as sementes, que são muito resinosas. São também industrializados de várias formas ( pílulas vitamínicas, geleias, cosméticos etc.).
Propagação: principalmente por sementes.
Fotos: tiradas em nosso pomar pessoal na cidade de Casa Branca-SP.
Texto: livro "Frutas no Brasil" (Harri Lorenzi e outros).
Safra: abril 2019

Garcinia acuminata - bacuri-limão, bacuri-rugoso, bacuri-de-espinho, bacuri-coroa, bacuri-de-anta, bacurizinho.


















Nós adoramos fotografar nossas frutas, é muito prazeroso você colher o que plantou. 
E você tem alguma fruta diferente no seu pomar? Tire uma foto e marque o Frutas Raras.

Garcinia acuminata - bacuri-limão, bacuri-rugoso, bacuri-de-espinho, bacuri-coroa, bacuri-de-anta, bacurizinho.
Árvore perenifólia, com exsudação de resina amarela mediante ferimento, de 7-20 metros de altura.
Nativa da Floresta Amazônica de terra firme.
Frutos arredondados ou elipsoides, muricados e rostrados, amarelos, de tamanho muito variável, com 1-3 sementes envoltas por densa polpa de sabor ácido e agradável.

Usos: É cultivada apenas por colecionadores, embora comum na natureza; os frutos são consumidos in natura, sendo comercializados nas feiras amazônicas. Um saboroso suco é produzido com o auxílio de despolpadeira mecânica.
Propagação: principalmente por sementes.
Fotos: tiradas em nosso pomar pessoal na cidade de Casa Branca - SP.
Safra: abril de 2019.
Texto: Livro "Frutas no Brasil" (Harri Lorenzi e outros).