Translate

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Eugenia klotzschiana: Pera-do-cerrado, Cabacinha-do-campo.


Eugenia klotzschiana: Pera-do-cerrado, Cabacinha-do-campo.

Arbusto caducifólio, de 0,5 -1,5 metros de altura, nativa dos cerrados e campos do Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
Frutos tipicamente piriformes, com casca fina e pubescente, de polpa espessa, carnosa-suculenta, aromática, de sabor acidulado muito característico e um pouco adstringente. Maturação ocorre em Dezembro e Janeiro.
Usos: Trata-se de fruteira raramente cultivada em pomares domésticos do país, sendo também pouco frequente em seu habitat natural; seus frutos são consumidos in natura e na forma de geleias, sendo ainda pouco conhecidos.
Propagação: Exclusivamente por sementes.

Texto: Livro " Frutas no Brasil" (Harri Lorenzi e outros).

sábado, 8 de dezembro de 2018

II Encontro sobre Frutas Nativas ESALQ - USP










Gostaríamos de parabenizar a Esalq - Usp e todos os envolvidos na realização do II Encontro sobre Frutas Nativas.
Tivemos a difícil missão de substituir a palestra de nosso amigo Helton Frutasque não pode estar presente por motivos de saúde.
Sendo assim, tivemos o prazer de falar um pouco sobre nossas experiências como colecionadores de Frutas Raras cultivadas em nosso pomar pessoal na cidade de Casa Branca- SP.
Além de aprender muito sobre frutas nativas com as palestras realizadas no evento.
Um grande evento que reuniu apaixonados por frutas nativas.

Eugenia klotzschiana: Pera-do-cerrado, Cabacinha-do-campo.



























Vocês conhecem a belíssima Pera-do-cerrado?
Eugenia klotzschiana: Pera-do-cerrado, Cabacinha-do-campo.
Arbusto caducifólio, de 0,5 -1,5 metros de altura, nativa dos cerrados e campos do Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
Frutos tipicamente piriformes, com casca fina e pubescente, de polpa espessa, carnosa-suculenta, aromática, de sabor acidulado muito característico e um pouco adstringente. Maturação ocorre em Dezembro e Janeiro.
Usos: Trata-se de fruteira raramente cultivada em pomares domésticos do país, sendo também pouco frequente em seu habitat natural; seus frutos são consumidos in natura e na forma de geleias, sendo ainda pouco conhecidos.
Propagação: Exclusivamente por sementes.
Texto: Livro " Frutas no Brasil" (Harri Lorenzi e outros).
Fotos: tiradas em nosso pomar pessoal na cidade de Casa Branca - SP.
Safra: Dezembro 2018.

domingo, 25 de novembro de 2018

Plinia trunciflora – Jabuticaba-de-cabinho-rajada-da-Unesp.
















Jabuticabas 😉😉😉
Plinia trunciflora – Jabuticaba-de-cabinho-rajada-da-Unesp.
Árvore de 4-8 metros de altura, da coleção da Universidade Estadual Paulista de Jaboticabal – SP (UNESP).
Frutos globosos, grandes, negros e rajados, lisos, brilhantes e longo-pedunculados, com polpa muito doce.

Usos: fruteira cultivada na UNESP de Jaboticabal-SP e em coleções no resto do país.
Os frutos são consumidos in natura e muito apreciados.

Propagação: por sementes e por enxertia.
Fotos: tiradas no pomar pessoal de nosso amigo Paulo Cerri na cidade de Batatais – SP
Contato: atendimentofrutasraras@gmail.com